AGRONEGÓCIO

Brasil se consolida como o mercado mais importante para a GENEX global

Em visita ao país, COO da companhia destacou potencial do mercado brasileiro de inseminação artificial e crescimento da exportação de sêmen das raças Gir e Girolando

Estima-se que apenas de 10 a 12% do rebanho bovino brasileiro é inseminado. O imenso potencial de crescimento do uso dessa tecnologia que se reflete diretamente em aumento da produtividade na pecuária de corte e leite e o desempenho crescente da GENEX na comercialização de sêmen nos últimos anos são fatores que tornam o Brasil o principal mercado da companhia americana.

Durante a Convenção de Vendas da GENEX Brasil, realizada na última semana em Ribeirão Preto (SP), o COO da companhia, Huub Te Plate, apresentou as perspectivas para os próximos anos, destacando o papel fundamental do Brasil nas estratégias da empresa.

Com cerca de 50% das vendas de sêmen de corte direcionadas para o Brasil, a GENEX global vê o país como um dos mercados-chave na expansão dos negócios e crescimento projetado. “É um mercado em expansão e a GENEX Brasil é um modelo a ser seguido por outras empresas do grupo, tendo registrado um crescimento de 230% nos últimos oito anos. Destaco principalmente o mercado de sêmen de corte, que é o maior que temos no mundo”, assinala o executivo, que é holandês, mas vive nos EUA desde 2000. Huub Te Plate destaca ainda as exportações de sêmen brasileiro das raças Gir, Girolando e Nelore, que cresceram de forma significativa em 2018 e devem continuar aumentando especialmente para países de clima tropical da América Latina, como Colômbia, Equador, Bolívia e Paraguai, América Central, como Costa Rica, Honduras, Nicarágua e México, e Ásia, como Índia, Paquistão e Sri Lanka.

Com a criação da URUS, resultante da fusão entre as holdings Cooperative Resource International (CRI) e a Koepon Holding, a empresa se tornou a maior companhia genética de inseminação artificial de bovinos e informações de gestão agropecuária do mundo. “O mercado brasileiro será beneficiado pelos investimentos globais na casa dos 25 milhões de dólares, que impulsionarão o progresso genético para todas as principais raças, como nenhuma organização já fez antes. E isso será feito com total comprometimento e foco nos resultados dos membros da cooperativa e dos clientes”, garante Te Plate.

2 milhões de doses no Brasil

Para 2019, a GENEX Brasil tem como meta superar a marca de 2 milhões de doses de sêmen comercializadas. O crescimento do uso da inseminação artificial (IA) e inseminação artificial em tempo fixo (IATF) nas propriedades deve ser impulsionado por fatores favoráveis ao negócio da pecuária este ano, avalia o diretor da GENEX Brasil, Sergio Saud. “Temos um cenário bastante propício com um ciclo da pecuária em fase positiva, o bezerro com preço valorizado e expectativa de aumento no valor da @, perspectiva de crescimento da exportação de gado vivo, recordes de exportação de carne bovina e previsão de baixa nos preços das commodities devido ao vírus suíno na China, que deve aumentar a oferta de grãos no mercado, levando a uma redução dos custos de produção tanto na produção leiteira, como nos confinamentos de corte. Além disso, espera-se uma recuperação no consumo do mercado interno, o que deve favorecer tanto os lácteos como a demanda por carne gourmet. Estamos muito otimistas para crescer ainda mais este ano e estamos investindo no fortalecimento da equipe comercial, bateria de touros e tecnologias como aplicativos para gestão e acompanhamento de performance genética do rebanho”, afirma Saud.

Sobre a GENEX

A GENEX é uma subsidiária URUS, empresa dedicada a fornecer soluções genéticas e de informações de gerenciamento agropecuário que melhoram a qualidade e a produtividade do rebanho. A GENEX segue a mesma filosofia de sua matriz americana: entregar excelência, inovação e valores, através dos produtos e serviços oferecidos a seus clientes. Estabelecida no Brasil desde junho de 2005, na ocasião como CRI Genética Brasil, a GENEX é uma das líderes no segmento de inseminação artificial (IA) no País, e atua com foco na venda de qualidade genética nas raças taurinas e zebuínas voltadas para a produção de leite e carne. Traz para o país a genética dos melhores touros americanos – com destaque para as raças Holandês, Jersey e Angus – e segue a mesma linha na seleção das raças zebuínas, com foco na produção, na fertilidade e na busca de uma genetica diferenciada. Sua sede está localizada em São Carlos (SP).

Mais informações: www.genexbrasil.com.br.

Fonte: Inforex

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar