COMÉRCIO

Os cinco erros que o varejista deve evitar em datas comemorativas

Por Renata Khaled, diretora de Vendas Brasil na Corebiz

Quem possui um comércio, físico ou eletrônico, sabe que datas comemorativas são alguns dos principais gatilhos para aumentar as vendas e potencializar o lucro do negócio. Dia das Mães, dos Pais e dos Namorados; Natal, Black Friday e Páscoa são apenas alguns exemplos de períodos que costumam trazer bons resultados ao varejo brasileiro. Contudo, a proximidade dessas datas não faz as conversões crescerem como passe de mágica. É preciso que os profissionais se preparem para aproveitar as vantagens dessas ocasiões. Confira cinco erros que devem ser evitados pelo varejista:

1 – Não montar um calendário de vendas

Mesmo com a infinidade de softwares de organização e planilhas para facilitar essa tarefa, muitos lojistas ainda ignoram a importância de criar um calendário de vendas com as principais datas para seu público-alvo. Dessa forma, eles se preparam apenas para os períodos mais lembrados, como Natal, Black Friday e Dia das Mães e dos Pais, mas perdem a oportunidade de aumentar as vendas em dias que podem ser populares para o seu segmento, como o Star Wars Day e o Dia da Toalha para o consumidor geek.

2 – Montar o planejamento em cima da hora

Sem um calendário montado anteriormente, o comércio corre o sério risco de planejar e executar ações próximo da data em questão. Assim, tudo vai ser feito às pressas, e os resultados alcançados não serão aqueles que o empreendedor esperava. O ideal é se planejar com meses de antecedência, deixando claras as funções de cada profissional e detalhando etapa por etapa.

3 – Ficar preso aos clichês

Basta chegar o Dia das Mães para eletrodomésticos e cosméticos serem os campeões das promoções. Mas será que esses produtos satisfazem o seu público-alvo? A falta de planejamento leva muitos lojistas a apostarem nos clichês tanto na divulgação da campanha quanto nos produtos oferecidos. Aqui, o essencial é pesquisar os hábitos da sua base e, sobretudo, abusar da criatividade para atrair os clientes e aumentar as vendas na data comemorativa.

4 – Desconhecer o perfil de seus clientes

O clichê também leva a outro erro comum em datas comemorativas: não conhecer o perfil de quem realmente vai comprar seus produtos. No Dia dos Pais, por exemplo, são os filhos que irão fazer o pedido na maioria dos casos. É preciso ter em mente as características das pessoas que devem ser impactadas em cada data para que a comunicação seja efetiva e reverta em vendas melhores.

5 – Não aproveitar o fluxo maior para aprofundar o relacionamento

Por meio das datas comemorativas, os lojistas têm à disposição inúmeros recursos para ampliar a visão e aprofundar o relacionamento com seus clientes. Há os dados digitais coletados por meio das redes sociais e e-mail marketing, pesquisas de opinião, itens mais vendidos, frequência de visitas, entre outros indicadores que fornecem uma visão mais completa das pessoas que se aproximam de sua marca. Saber trabalhar com esses insights permite que, no futuro, o comércio possa fazer campanhas melhores e mais efetivas.

Fonte: Inforex

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar