COMÉRCIO

Renato Franchi mostra 7 dicas para alavancar um negócio de comércio eletrônico

Começar um negócio de e-commerce sempre foi um passeio de montanha-russa. Envolve muitos passos (na verdade incontáveis se você não tem objetivos à sua frente) e decisões que devem ser tomadas no momento certo.

Você pode realizar uma pesquisa rápida no Google sobre “como iniciar um negócio de comércio eletrônico” e receberá milhões de resultados sobre esse tópico. Mas a maioria das informações que você recebe online pode ser um obstáculo do que uma ajuda. Tudo o que você precisa para obter sucesso é a informação certa no momento certo.

Tomar decisões corretas é muito crucial, especialmente quando você está iniciando seu primeiro negócio de comércio eletrônico . Portanto, antes de imprimir seus cartões de visita, iniciar um site ou investir muito tempo (ou dinheiro) para desenvolver um site de e-commerce perfeito, você precisará seguir alguns passos básicos que o ajudarão a decolar e iniciar seu próprio site. negócio de comércio eletrônico.

# 1 Descubra o seu nicho

É muito importante para qualquer empresa de comércio eletrônico se estabelecer em um nicho. Renato Franchi conta que o nicho pode ser qualquer coisa em que você tenha algum tipo de experiência ou especialização. Você deve ter paixão em uma área para pensar em construir o seu negócio em torno dele.

Existem muitos sites de comércio eletrônico que oferecem produtos de centenas de categorias; No entanto, na fase inicial, você deve se concentrar em um nicho e adicionar categorias de produtos, uma vez que você testemunhe o crescimento. Ao encontrar um nicho de mercado , será mais fácil para sua empresa classificar-se nas pesquisas do Google, e você terá menos concorrência.

# 2 Encontre fornecedores que nunca o decepcionarão

Ao encontrar fornecedores, você deve evitar se conectar com o que também funciona com a Amazon ou outras grandes empresas avisa Renato Franchi. Esses fornecedores trabalham em pedidos em massa e você certamente não comprará uma quantidade tão grande ao começar.

Então, você precisa fazer tie-ups com vários fornecedores (e não simplesmente fornecedor). É sempre uma decisão sábia ter opções em sua mão, de modo que, se alguém falhar em cumprir seus pedidos, outros fornecedores podem preencher o vazio.

# 3 Separe tempo para trabalhar em seu negócio

Se você está começando seu próprio negócio, esqueça o conceito de horário de trabalho. Esteja preparado para passar longas horas planejando e estruturando seu site de comércio eletrônico. Muitas vezes ouvimos histórias de sucesso de blogueiros e empresas on-line que é a maneira mais interessante de obter a liberdade de viajar e trabalhar menos; no entanto, é falso.

Preste atenção às tendências atuais e tente incorporar as mudanças que são melhores para os negócios. De acordo com Renato Franchi, ele irá ajudá-lo a permanecer no topo da sua concorrência. Você apenas tem que dar tempo adequado ao seu negócio; sente-se em um lugar calmo junto com seu laptop e pense no que é melhor para o seu negócio.

# 4 Escolha sua plataforma com sabedoria

Se o dinheiro não está vinculado a você, enlouqueça e invista em um site personalizado desenvolvido por uma equipe de profissionais que também gerenciará a manutenção do seu site. No entanto, a maioria das novas start-ups de e-commerce trabalha com um orçamento apertado (e mentalidade imparável). Assim, você pode usar uma ferramenta como o Shopify, que cuida de todos os aspectos técnicos da sua loja on-line.

Com o Shopify, você tem facilidade de uso e trabalha de forma independente. Você dificilmente vai precisar de ajuda de alguém que possa ajudá-lo na configuração das lojas. E há outras opções como o WordPress, onde você terá que gerenciar o desenvolvimento, bem como a manutenção de sua loja online.

No final do dia, a escolha da plataforma depende do seu nível de conhecimento em aspectos técnicos. Se você é um novato extremo, então o Shopify é uma boa opção, senão o WordPress é a melhor opção, pois lhe dará controle total do seu site explica Renato Franchi.

# 5 Escolha os influenciadores certos

O marketing desempenha um papel vital no sucesso de qualquer negócio. Enquanto isso, a marca é a chave para o sucesso. O marketing de influência em seu nicho pode ajudá-lo a obter popularidade imediata em seu público-alvo. Você pode fazer brindes e oferecer produtos para influenciadores. Isso ajudará você a alcançar um grande público.

No entanto, é sempre uma tarefa difícil encontrar um bom influenciador (no seu nicho) para a sua startup de e-commerce. Além disso, diz Renato Franchi, você pode encontrar alguns influenciadores falsos, então seja sábio ao escolher os influenciadores certos.

# 6 Contratos

Segundo Renato Franchi, nós todos sabemos o quão importante papelada é quando se trata de negócios. Isso deve acontecer sem dizer. No entanto, às vezes fazemos exceções e acabamos com más experiências. Aprenda a informar claramente suas expectativas a fornecedores, influenciadores ou funcionários. Tente simplificar cada processo e mantenha um registro de sua comunicação.

# 7 Preste atenção aos procedimentos legais

Realize uma rápida pesquisa no Google e você terá uma idéia de quais itens serão necessários para ter o 7 em funcionamento para iniciar seu negócio on-line legalmente. Esses documentos podem incluir impostos sobre vendas, LLC e finanças. Certifique-se de fazer tudo legalmente, pois pular qualquer um desses requisitos pode causar problemas no crescimento do seu negócio.

Estas foram as sete dicas que ajudarão você a alavancar seu negócio de comércio eletrônico mostrou Renato Franchi. Espero que você use essas etapas para criar e expandir seus negócios de comércio eletrônico.

 

Fonte: Inforex

Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar