SERVIÇOS

Rede Brasil do Pacto Global promove discussão sobre o desafio da água e do saneamento no país

Estudo inédito da KPMG mostrará que a necessidade de investimentos é muito maior do que o previsto pelo Plano Nacional de Saneamento Básico

A Rede Brasil do Pacto Global discutirá os principais entraves no país para o alcance do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 6, sobre Água e Saneamento, a partir de uma análise dos cenários regulatórios e econômicos atuais.

Dois painéis temáticos abordarão o tema: financiamento para o ODS6 e políticas públicas ligadas ao ODS6. A KPMG apresentará um estudo inédito, mostrando que a necessidade de investimentos para o setor é muito maior do que a prevista pelo Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab). Estimativas iniciais apontavam para um montante de R$ 300 bilhões nos próximos 20 anos, mas o levantamento da KPMG indica que serão necessários pelo menos R$ 498 bilhões. Os dados serão detalhados no evento.

Para atender a meta do Plansab, de universalização do saneamento até 2033, o Brasil precisaria investir R$ 24 bilhões ao ano nos próximos 15 anos. A realidade, porém, é que o país investe menos da metade disso por ano, em média. Em 2017 foram aplicados R$ 10, 9 bilhões, menor valor investido nos últimos dez anos. Nesse ritmo, o Brasil só conseguiria universalizar os serviços em 2060. Para 2019, o Ministério do Desenvolvimento Regional reconhece que o orçamento previsto para a área é de apenas R$ 4 bilhões.

“Os dados mostram que o desafio do Brasil é ainda maior do que imaginávamos. O acesso aos recursos hídricos e a serviços de tratamento de água e de saneamento básico está no centro de qualquer estratégia de desenvolvimento sustentável”, destaca Carlo Pereira, secretário-executivo da Rede Brasil do Pacto Global. No Brasil, 35 milhões de pessoas não dispõem de água tratada e 100 milhões não têm acesso ao saneamento básico.

Confira a programação do evento:

08:30 – Recepção e boas vindas

09:00 – Abertura “O ODS 6 e Agenda 2030”

  • Niky Fabiancic | Coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil

9:30 – Painel 01: Financiando o ODS 6: Acesso a crédito para financiar projetos de saneamento

Apresentação: Revisão da Demanda de Investimento para atender o ODS 6

  • Charles Schramm| Sócio líder de Infrastructure Finance da KPMG no Brasil

Debatedores:

  • Marcos Thadeu Abicalil | Especialista Sênior em Água e Saneamento do Banco Mundial para o Brasil
  • Fabrício de Andrade Lebeis | Superintendente Nacional da SUSAN (Superintendência de Saneamento e Infraestrutura da Caixa Econômica Federal)
  • Charles Schramm| Sócio-líder de Infrastructure Finance da KPMG no Brasil

Moderador:

  • Wlad Ribeiro| Portfolio Manager no Banco Itaú

10:45 – Coffee-Break

11:00 – Painel 02: Políticas públicas e ODS 6: O papel do Governo para dinamizar o setor e como obter projetos robustos                

Apresentação: O Brasil e o ODS 6: Oportunidades de desenvolvimento regional

  • Jonathas Assunção| Secretário Nacional de Saneamento

Debatedores: 

  • Oscar Cordeiro Neto| Diretor da Área de Regulação da ANA (Agência Nacional de Águas)
  • Gabriel Bragança de Fiuza| Gabriel Bragança de Fiuza do ME| Ministério da Economia
  • Jonathas Assunção| Secretário Nacional de Saneamento

Moderador

  • Carlo Pereira | Secretário Executivo da Rede Brasil do Pacto Global

12:00 – Encerramento

 

Fonte: Inforex

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar