SERVIÇOSTECNOLOGIA

Plataforma digital revoluciona o “mercado da morte”

ziigo apresenta soluções completas de serviços funerários pela internet e com praticidade para amparar as famílias nesse momento difícil

Sabe-se que o número de pessoas que utilizam a internet é crescente e que atualmente esses usuários passam boa parte do seu dia online. Por conta disso, os meios tradicionais de compra têm perdido espaço para o comércio eletrônico. Os itens mais comuns nesse mercado online ainda são as roupas, calçados, eletrodomésticos, ingressos e artigos eletrônicos. Já é uma realidade: pequenas e grandes transformações têm acontecido com a revolução digital sendo que a internet tem se transformado em uma ferramenta muito prática na comercialização de produtos e serviços. Então por que não a utilizar também para a contratação de serviços funerais?

Pode parecer inusitado, especialmente se considerarmos a morte como é um dos assuntos mais difíceis de se lidar e não muito interessante para se planejar. Justamente por se tratar de um momento de perda e luto, ter que lidar com as burocracias e custos atrelados à morte torna tudo ainda pior. E é aí que entra a ziigo, plataforma exclusiva para quem quer contratar serviços funerais pela internet.

A proposta é oferecer planejamento aos clientes num momento já delicado e assim assegurar o amparo aos familiares para que estes não tenham que se preocupar com as providências de última hora relacionadas ao evento de falecimento. Um dos serviços disponíveis por meio da plataforma digital da ziigo é a compra de um jazigo feita 100% pela internet com parcelamento em até 360 meses com o reembolso de despesas garantido de acordo com as características de cada jazigo. O marketplace oferece ainda a opção do cliente contratar um seguro funeral para a família, que garante toda a assistência personalizada para sepultamento ou cremação.

Outra ideia é oferecer, futuramente, a venda de produtos complementares, tais como urnas, caixões, flores e qualquer outro acessório necessário para um funeral ou ritual de cremação. Isso inclui viagens para familiares e amigos espalharem as cinzas dos falecidos e a opção de customizar todos os detalhes do funeral.

A plataforma é 100% digital e conta com alta tecnologia e praticidade. Além de toda assistência online oferecida, existe ainda a opção da venda presencial por meio de vendedores credenciados. O foco é a comodidade e amparo às famílias por meio do compromisso de oferecer um fim digno para seus entes queridos, de forma honesta e com a qualidade que o momento requer.

 

Mercado promissor

Por mais que muita gente encare a morte como um tabu, é fato que ela chega para todos em algum momento. Isso significa que se hoje temos 7,7 bilhões de pessoas vivas em todo o mundo, em algum momento todas essas pessoas passarão por isso. Por mais estranho e incomum que pareça, esse fato torna o “mercado da morte” um setor muito promissor, tendo em vista sua demanda constante e garantida.

Ademais e de acordo com dados do setor, cemitérios e crematórios privados em todo o Brasil movimentam anualmente cerca de R$ 7 bilhões. A média de crescimento do faturamento do setor é de 8% ao ano.

 

Criação da ziigo

Ao perceber toda essa demanda e a defasagem existente no “mercado da morte”, um dos sócios fundadores da ziigo, Vicente Conte Neto, estruturou em 2016 um fundo de investimento imobiliário listado em Bolsa de Valores totalmente focado na consolidação do setor de cemitérios e crematórios no Brasil onde acumula hoje um estoque de mais de 250 mil jazigos espalhados por todo o país. O desafio então passou a ser em como viabilizar a distribuição desse estoque.

Passado algum tempo, Vicente Conte Neto se juntou a Adriano Napoli, Stella Costantini Conte, Fabiano Loures e Bernardo Teixeira e resolveram criar em conjunto uma estratégia para a venda preventiva desses jazigos de forma rápida, fácil e prática. Os cinco sócios logo perceberam que isso só seria possível se feito de forma online juntamente com o oferecimento de soluções em seguros que oferecessem e garantissem a assistência necessária para esse momento tão difícil.

Assim nasceu a ziigo, primeira plataforma 100% digital e que permite a seus usuários a compra em todo o Brasil, de forma preventiva (online ou presencial) de soluções completas para o enfrentamento da morte, com todas as suas dificuldades e burocracias, seja por meio da aquisição de um jazigo ou de um seguro funeral para toda a família.

É a tecnologia a serviço do planejamento da morte. A única certeza da vida.

Fonte: Inforex

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar